COMPARTILHE CONHECIMENTOS!


Nelson Mandela dizia: "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo."

Eu acredito nisto!

Por favor, sempre que possível comente!

__________MUITO OBRIGADA PELA VISITA!__________

*********Total de visitas!*********

Indique o Site!
Registre sua presença no meu de livro de visitas. Críticas, sugestões e elogios são bem vindos.

Mais uma vez obrigada pela visita!



* Queridos,os comentários na parte superior de cada postagem (em negrito) refletem exclusivamente o meu ponto de vista e observações sobre a matéria. Qualquer esclarecimento basta entrar em contato.

Aislane Pinto.


02/06/2011

CLASSE CONTÁBIL VOCÊ ESTÁ QUALIFICADA? Vejam: Catástrofe no primeiro Exame de Suficiência de 2011

O Exame de Suficiência, instituído pela lei nº 12.249/2010, tem como principal objetivo avaliar o conhecimento dos  estudantes contábeis concluintes do ensino  superior ou de cursos técnicos, a fim de "peneirar" o mercado  somente com a inclusão de profissionais devidamente preparados para os desafios de um mundo globalizado. A profissão contábil  tem passado por grandes mudanças: são as normas internacionais, cobranças de uma postura mais gerencial e ética humanitarista, adaptação a incorporações de tecnologia de informação, dentre outros fatores que estão dando maior relevância ao profissional e fortalecendo mais a classe como o todo. Isso é ruim? Lógico que não! Mas para atender a estes requisitos é preciso que o mercado tenha profissionais qualificados. Maria Clara Cavalcante Bugarim, ex presidente do Conselho Federal de Contabilidade na edição 184/2010 da RBC disse: "comete um crime contra a nação brasileira a instituição que forma mal os profissionais contábeis." E o então presidente do CFC, Juarez Domingues Carneiro, nessa mesma edição da Revista Brasileira de Contabilidade afirmou: "Eu não tenho dúvida de que hoje a contabilidade é a escolha certa, pois na próxima década será a profissão mais demandada no Brasil. Agora, para correspondermos a essa realidade, precisamos assegurar que temos o melhor possível para oferecer." Diante disso a 1ª edição do exame de suficiência após a aprovação da lei supracitada nos dá como resposta que apenas 30,83% de bacharéis em ciências contábeis e 24,93% dos técnicos em contabilidade foram aprovados. Sendo pertinentes as indagações do colega Mário Garcia (diretor do Clube dos Contadores, o qual aproveito para pedir que acessem o site e façam o seus cadastros gratuitamente para usufruir dos benefícios que o portal oferece para a classe) transcrevo-as aqui:

"De quem é a culpa?
Do MEC que não acompanha o que está sendo ensinado, se o proposto está realmente sendo seguido?
Das instituições de ensino, que não atualizaram suas grades para a nova realidade?
Dos Professores que estão ``bitolados``, ou falta didatica?
Dos alunos que não querem de fato aprender?
Ou ainda do CFC que com o exame tem o intuito de desclassificar o futuro contador, ao invez de medir o conhecimento do candidato?
Se o MEC juntamente com a secretaria de educação cumprissem com seu papel, talvez as instituições de ensino seriam mais eficientes, e os professores mais qualificados, por sua vez os alunos mais interessados.
Por consequencia não haveria a necessidade de um orgão desvinculado da educação, medir o conhecimento de desaprovar o conteudo adquirido nas instituições de ensino.
Fica registrado minha indignação e frustação com o resultado evidenciado.
Seja como professor, aluno, contador, ou empresário, afirmo:
É inadimissível!
Providências devem ser providenciadas."


Para  a devida valorização da classe todos os envolvidos deverão se mobilizar no intuito de um único fim: profissional qualificado. E isso não se atinge apenas com a aprovação no Exame de Suficiência, o estudante aprovado deverá sempre buscar investir em educação continuada a fim de fazer jus a ser chamado de contador/contabilista. Sugiro aos profissionais que já estão no mercado de trabalho e não precisaram fazer o exame que baixem a prova e tentem responder para assim fazer uma auto-análise dos seus conhecimentos, e aos ainda estudantes também, pois poderão verificar o nível da prova e cobrar mais das instituição de ensino e dos seus respectivos professores.

Vejam a matéria:

Catástrofe no primeiro Exame de Suficiência de 2011


O CFC publicou no dia 26 de maio, no Diário Oficial da União, os resultados das provas da primeira edição de 2011 do Exame de Suficiência. As provas para bacharéis em Ciências Contábeis e para técnicos em contabilidade foram realizadas em todos os Estados no dia 27 de março.
Os resultados publicados já contemplam a anulação das seguintes questões: nº 26, da prova para bacharel em Ciências Contábeis; e nº 01, da prova para técnico em contabilidade.
Segundo a vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional do CFC e coordenadora da Comissão Estratégica para validação das provas e procedimentos para a realização do Exame de Suficiência, Maria Clara Cavalcante Bugarim, o índice de aprovação nas provas - 30,83% para bacharel em ciências contábeis e 24,93% para técnico em contabilidade - foi considerado baixo, fato que era previsto pelos membros da Comissão, mesmo sabendo que o nível das provas não era considerado difícil.
Segundo estabelecido no edital nº 01/2010, o Exame de Suficiência tem por objetivo comprovar conhecimentos médios, consoante os conteúdos programáticos desenvolvidos no curso de Bacharelado em Ciências Contábeis e no curso de Técnico em Contabilidade.

``O CFC lutou muito pela instituição legal do Exame de Suficiência porque tinha ciência do nível insatisfatório do ensino de grande número de faculdades de Ciências Contábeis brasileiras``, afirmou Maria Clara.
Para a vice-presidente do CFC, o baixo índice de aprovação no Exame de Suficiência deverá forçar as Instituições de Ensino Superior (IES) a melhorar os seus cursos de graduação, caso contrário, poderão ver seus alunos migrarem para faculdades que apresentaram resultados satisfatórios no Exame.

``Os estudantes vão cobrar a melhoria do ensino de Ciências Contábeis de suas IES``, disse Maria Clara, acrescentando que, em função dessa realidade, a tendência é que nas próximas edições do Exame de Suficiência o índice de aprovação seja maior.

Recursos
A Comissão Operacional Responsável pela Elaboração das Provas Aplicáveis ao Exame de Suficiência informa aos candidatos que entraram com recursos que as decisões serão disponibilizadas, a partir do dia 30 de maio, por meio do sistema de inscrição. Para acesso às respostas dos recursos, os candidatos interessados deverão acessar o sistema informando CPF e senha.

Fonte: CFC
Via Clube dos Contadores



Share |

3 comentários:

  1. Muito feliz e pertinente seu comentário.
    Ficamos assustados com esse percentual, precisamos de uma reforma nos cursos de graduação urgentemente para que sejam colocados no mercado apenas profissionais capacitados.

    ResponderExcluir
  2. De fato! Precisamos URGENTEMENTE de uma reforma nos cursos de ciências contábeis. O nosso saudoso e grande mestre Prof. Dr. Antonio Lopes de Sá, sendo entrevistado pela Revista Encontro (edição II de 03/11/2010) ao ser perguntado sobre o atual ensino de contabilidade disse: " Do jeito que vai, vamos produzir apenas apertadores de parafusos para os escritórios contábeis, pois as faculdades não estão ensinando a pensar, só a ler. Delas só saem rôbos. Esse é o crime." Não precisa dizer mais nada, o mestre já disse tudo.

    ResponderExcluir
  3. O exame de suficiência tende a valorizar mais a classe como o todo. É igual a OAB dos advogados, só que temos que passar ainda por algumas reformulações. O resultado foi pessímo e todos estão com culpa, inclusive o CFC, e principalmente os alunos que só vão para faculdade atrás de um diploma, vivem pescando do colega que quer alguma coisa, as sextas feiras só vão para faculdade para beber com os outros colegas que não querem nada, e assim conseguem passar sem saber nada. Tem que existir o exame mesmo,agora todos tem que se mobilizar para que ele seja feito adequadamente com as exigências do mercado e o que deve ser exigido pelas faculdades.

    Att,
    Camila
    camiladepaula@hotmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reflexões!

Reflexões!
Você já se fez esta pergunta?

“Eu às vezes fico pensando em como seria se os brasileiros falassem. Se protestassem contra o que lhes fazem, se fizessem discursos indignados em todas as filas de matadouro, se cobrassem com veemência uma participação em tudo o que produzem para enriquecer os outros, reagissem a todas as mentiras que lhes dizem, reclamassem tudo que lhes foi negado e sonegado e se negassem a continuar sendo devorados, rotineiramente, em silêncio."


Do livro: O Mundo Bárbaro - Luis Fernando Veríssimo.

É queridos, como seria o nosso país se assim fosse?

Pensem nisso!

"Só podemos dar aquilo que temos. E por menor que seja sempre temos algo a dar."


Procure uma entidade beneficente:

VOLTE SEMPRE!

Registre sua presença no meu de livro de visitas.

Mais uma vez obrigada pela visita!

Aislane Pinto.

INFORMAÇÕES DO MUNDO CONTÁBIL - SOB A ÓTICA DA CONTADORA AISLANE PINTO

Outros Blogs da Área Contábil - Eu recomendo que visite-os!

Indicadores Financeiros