COMPARTILHE CONHECIMENTOS!


Nelson Mandela dizia: "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo."

Eu acredito nisto!

Por favor, sempre que possível comente!

__________MUITO OBRIGADA PELA VISITA!__________

*********Total de visitas!*********

Indique o Site!
Registre sua presença no meu de livro de visitas. Críticas, sugestões e elogios são bem vindos.

Mais uma vez obrigada pela visita!



* Queridos,os comentários na parte superior de cada postagem (em negrito) refletem exclusivamente o meu ponto de vista e observações sobre a matéria. Qualquer esclarecimento basta entrar em contato.

Aislane Pinto.


05/10/2009

ECONOMIA E SEGURANÇA LEVAM EMPRESAS A TERCEIRIZAR O DEPARTAMENTO PESSOAL

.
Economia e segurança levam empresas a terceirizar o Departamento Pessoal e Recursos Humanos. Mas, é preciso ter alguns cuidados ao escolher a empresa, pois o que inicialmente seria para diminuir custos pode virar uma dor de cabeça.

Por Mauricio Tadeu de Luca Gonçalves*


Inúmeras empresas de todos os portes estão terceirizando o Departamento Pessoal e de Recursos Humanos para poderem se dedicar, única e exclusivamente, ao seu verdadeiro negócio. Isso acontece para minimizar os esforços com tarefas operacionais obrigatórias como gerenciamento da folha de pagamentos, transmissão de informações para o Fisco, a exemplo da declaração Rais (Relação Anual de Informações Sociais), e toda a burocracia que envolve a admissão e a demissão de funcionários.


Quando as tarefas destes departamentos são repassadas a empresas especializadas há redução de custos, economia de tempo, garantia de confidencialidade de informações e manutenção do trabalho do Recursos Humanos estratégico. Esta tendência de mercado ocorre graças à competitividade que força as empresas a enxergarem o RH como um braço estratégico no que se refere à contratação e retenção de talentos, gestão do clima organizacional, redução do absenteísmo e garantia da produtividade dos funcionários.


Colocando as operações do departamento pessoal sob administração terceirizada, as empresas buscam ficar mais enxutas, ágeis e se concentrarem na qualidade e lucratividade. A terceirização permite que o trabalho seja mais produtivo e passe a contar com profissionais especialistazados altamente qualificados e permanentemente atualizados na legislação trabalhista e previdenciárias nas melhores práticas da administração de pessoal, apoiados em avançadas tecnologias de informação.


Através de acompanhamento realizado por pessoal especializado a empresa reduz o risco de ações trabalhistas e autuações do Ministério do Trabalho e da Previdência Social. A terceirização elimina erros de folha de pagamento desatualizada com as novas tabelas de INSS e IR, férias indevidas, procedimentos errados em casso de acidentes de trabalho, entre outros problemas graves, que são solucionados e regularizados.


Hoje as empresas praticamente terceirizam tudo relacionado ao RH o recrutamento, a contração de funcionários, a motivação interna e até o desligamento dos profissionais. Este trabalho das prestadoras de serviço é feito por psicólogos, que tem uma visão diferenciada, não apenas a de mercado, uma visão mais humana quanto a que tipo de profissional a empresa realmente necessita, o comportamento, o perfil melhor para aquele ambiente.


* Mauricio Tadeu de Luca Gonçalves, especialista em contabilidade tributária, gestão financeira e administrativa, bacharel em ciências contábil pela Universidade São Judas Tadeu com especialização em administração pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), diretor executivo e fundador da Partwork Associados, do seguimento de BPO (Business Process Outsourcing) - que é a terceirização de processos de negócio – e palestrante.


Fonte: http://www.partwork.com.br/


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reflexões!

Reflexões!
Você já se fez esta pergunta?

“Eu às vezes fico pensando em como seria se os brasileiros falassem. Se protestassem contra o que lhes fazem, se fizessem discursos indignados em todas as filas de matadouro, se cobrassem com veemência uma participação em tudo o que produzem para enriquecer os outros, reagissem a todas as mentiras que lhes dizem, reclamassem tudo que lhes foi negado e sonegado e se negassem a continuar sendo devorados, rotineiramente, em silêncio."


Do livro: O Mundo Bárbaro - Luis Fernando Veríssimo.

É queridos, como seria o nosso país se assim fosse?

Pensem nisso!

"Só podemos dar aquilo que temos. E por menor que seja sempre temos algo a dar."


Procure uma entidade beneficente:

VOLTE SEMPRE!

Registre sua presença no meu de livro de visitas.

Mais uma vez obrigada pela visita!

Aislane Pinto.

INFORMAÇÕES DO MUNDO CONTÁBIL - SOB A ÓTICA DA CONTADORA AISLANE PINTO

Outros Blogs da Área Contábil - Eu recomendo que visite-os!

Indicadores Financeiros