COMPARTILHE CONHECIMENTOS!


Nelson Mandela dizia: "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo."

Eu acredito nisto!

Por favor, sempre que possível comente!

__________MUITO OBRIGADA PELA VISITA!__________

*********Total de visitas!*********

Indique o Site!
Registre sua presença no meu de livro de visitas. Críticas, sugestões e elogios são bem vindos.

Mais uma vez obrigada pela visita!



* Queridos,os comentários na parte superior de cada postagem (em negrito) refletem exclusivamente o meu ponto de vista e observações sobre a matéria. Qualquer esclarecimento basta entrar em contato.

Aislane Pinto.


11/09/2009

GESTÃO TRIBUTÁRIA - VISÃO DO ADMINISTRADOR

.
Enquanto a nossa legislação considerar lícito o planejamento tributário é "dever" do administrador utilizar-se desta ferramenta para minimizar o impacto da carga tributária brasileira na empresa. Administradores de plantão, converse com a sua equipe tributária sobre quais são as medidas a se tomar para reduzir os custos com tributos de acordo com o levantamento estratégico organizacional.
.
Por Charles Soares Argibai
.
O processo de globalização pelo qual passa o mundo e, conseqüentemente, o Brasil é irreversível e avança com uma velocidade extraordinária.
.
Vivemos dia a dia em exigência por qualificação empresarial e isso só vem aumentando, ora por parte do mercado que requer qualidade e melhor preço, ora por parte do Estado que limita o funcionamento de empresas desestruturadas do ponto de vista tributário. Só resta às empresas com capacidade e aquelas que tem o poder de visão adequar-se a essa nova situação para competir e crescer ou trilhar o caminho do desaparecimento no médio ou longo prazo.
As ferramentas disponíveis para essa adequação passam pelo planejamento estratégico incluindo gestão tributária profissional, gestão participativa por objetivos, redução de custos, benchmarking etc.
Nossa legislação tributária brasileira que tem um grau de complexidade muito grande, se por um lado onera, por outro permite combinações, que quando trabalhadas de forma profissional e criativa podem fazer com que uma gestão tributária profissional na empresa privada seja fonte de minimização de custos e oxigene o fluxo de caixa, criando condições favoráveis para a empresa desenvolver novos projetos e áreas de crescimento.
As pequenas e médias empresas sofrem com a alta carga tributária vigente no Brasil, porém as grandes empresas, notadamente os bancos, praticam o planejamento tributário, o que têm levado essas empresas a obter uma lucratividade não experimentada por outros setores.
Isso se dá porque não há instrumentos administrativos disponíveis para aferição e por conseqüência preparação de um diagnóstico e projeto para uma gestão tributária global.
Normalmente, o administrador vê a questão tributária sempre de forma global, sob o aspecto macroeconômico como regra que atinge o coletivo e não tem a sensibilidade, que a complexidade das leis que oneram excessivamente o setor produtivo pode ser combinada de forma criativa e absolutamente lícita de maneira a retirar a empresa da incidência de vários tributos ou reduzir o seu alcance gerando redução de custos e por conseqüência maior lucratividade.
Para SHINGAKI (1994), AMARAL (2003), MARTINEZ (2003) o planejamento tributário é fator de grande diferencial na lucratividade das empresas e que a falta de sensibilidade dos administradores, o grau de complexidade desse trabalho e falta de literatura nesta área têm levado a maioria das empresas a não se utilizarem dessa ferramenta, ficando a mercê da carga tributária elevada no Brasil, ora trilhando o caminho do desaparecimento ora ampliando o grau de informalidade nas suas operações convivendo com o risco permanente de estar inserida em ações cíveis e criminais ligada à ordem tributária.
.
Fonte: Portal dos Administardores
.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reflexões!

Reflexões!
Você já se fez esta pergunta?

“Eu às vezes fico pensando em como seria se os brasileiros falassem. Se protestassem contra o que lhes fazem, se fizessem discursos indignados em todas as filas de matadouro, se cobrassem com veemência uma participação em tudo o que produzem para enriquecer os outros, reagissem a todas as mentiras que lhes dizem, reclamassem tudo que lhes foi negado e sonegado e se negassem a continuar sendo devorados, rotineiramente, em silêncio."


Do livro: O Mundo Bárbaro - Luis Fernando Veríssimo.

É queridos, como seria o nosso país se assim fosse?

Pensem nisso!

"Só podemos dar aquilo que temos. E por menor que seja sempre temos algo a dar."


Procure uma entidade beneficente:

VOLTE SEMPRE!

Registre sua presença no meu de livro de visitas.

Mais uma vez obrigada pela visita!

Aislane Pinto.

INFORMAÇÕES DO MUNDO CONTÁBIL - SOB A ÓTICA DA CONTADORA AISLANE PINTO

Outros Blogs da Área Contábil - Eu recomendo que visite-os!

Indicadores Financeiros